Líder! O Atlético não podia ter estreado melhor na temporada 2016 e na Florida Cup. No primeiro desafio do ano, o time alvinegro atropelou o tradicional Schalke 04, da Alemanha, com uma vitória por 3 a 0 no estádio Lockhart, em Fort Lauderdale. Os gols da vitória atleticana foram marcados por Leonardo Silva, Patric e Lucas Cândido.

A torcida atleticana teve presença marcada na partida contra o Schalke 04, foi a maioria e fez uma linda festa com os 3 a 0 do Galo sobre os alemães. Cerca de 5 mil torcedores estiveram presentes no estádio Lockhart, local do jogo.

Com a bela vitória do Schalke 04, o Galo conseguiu bom saldo de gols e assumiu a liderança da Florida Cup. Vale lembrar que Bayer Leverkusen-ALE e Internacional ainda se enfrentam no final desta quarta-feira (13) e o time alemão, que venceu na estreia no fim de semana, poderá ultrapassar os mineiros. Até mesmo os gaúchos com uma goleada de quatro gols ou mais poderá terminar o dia em primeiro lugar.

Agora, o Atlético não terá muito para descansar. O Galo já volta a campo diante do Corinthians em um clássico nacional no próximo domingo (17), às 17h (horário de Brasília), no FAU Stadium, em Boca Raton. Esse será o último jogo dos mineiros na Florida Cup e o primeiro dos paulistas.

Início bom do Galo; Pressão do Schalke e chances perdidas

O Atlético começou bem a partida e chegou bem ao ataque em velocidade. O gol alvinegro não demorou para sair. Aos 7 minutos, Giovanni Augusto cobrou escanteio na área e o zagueiro-artilheiro Leonardo Silva subiu mais alto que a defesa para marcar de cabeça. 1 a 0.

O Schalke 04 procurou responder rapidamente após o gol atleticano e quase empatou pouco depois. Aos 10 minutos, Choupo-Moting tentou de cabeça, Victor espalmou e no rebote o brasileiro Júnior Caiçara acertou a trave.

O Galo teve boas oportunidades para ampliar o placar. Aos 16 minutos, Thiago Ribeiro tentou de fora da área e mandou para fora, mas o chute foi perigoso. Dois minutos depois, Pratto fez boa jogada e deixou para Giovanni Augusto na área, o meia passou para Thiago Ribeiro e o atacante errou na finalização mandando para fora. Já, aos 30, Lucas Pratto apareceu bem pela esquerda, levou a bola para o pé direito e bateu colocado para defesa de Fährmann.

Depois dos 30 minutos, o Atlético começou a sentir muito a falta de ritmo de jogo e o cansaço começou a pegar. Com isso, o Schalke 04-ALE, que está na metade da temporada no futebol alemão, se mostrava melhor fisicamente e começou a pressionar. Max Meyer arriscou o chute aos 33 minutos e mandou para fora. Já, aos 37, Goretzka aproveitou cruzamento na área de Aogo e cabeceou para baixo, a bola foi para fora pertinha da trave de Victor.

Apesar da pressão do Schalke, o Galo conseguiu se segurar na defesa e levou a vantagem parcial de 1 a 0 para o intervalo. Aliás, no finalzinho do primeiro tempo, o técnico Diego Aguirre mandou todos os reservas para o aquecimento.

Victor começa o ano pegando pênalti; Galo faz a festa e outro Lucas marca contra o Schalke

Atlético e Schalke 04-Ale voltaram mudados para a etapa final. O técnico Diego Aguirre fez apenas duas alterações. Já o técnico André Breitenreiter fez de uma vez só sete substituições. No Galo, entraram Patric e Lucas Cândido nas vagas de Thiago Ribeiro e Giovanni Augusto. Já no time alemão, entraram Nübel, Di Santo, Riether, Kolasinac, Geis, Belhanda e Leroy Sané nas vagas de Fährmann, Huntelaar, Júnior Caiçara, Aogo, Hojbjerg, Max Meyer e Choupo-Moting.

Assim como no final do primeiro tempo, o Schalke 04 continuou pressionando na etapa final. Logo aos 5 minutos, Sané, craque da equipe, apareceu bem na área, mas acabou finalizando por cima do gol.

Depois dos 15 minutos, Aguirre resolveu mudar a equipe de novo e desta vez fez quatro substituições de uma vez. Aliás, o uruguaio promoveu duas estreias. Ele tirou Marcos Rocha, Leonardo Silva, Leandro Donizete e Lucas Pratto colocando os estreantes Hyuri e Erazo, além de Dátolo e Carlos.

Com “sangues novos”, o Galo melhorou no jogo e começou a chegar com velocidade novamente ao ataque. E logo depois das mudanças, aos 18 minutos, o Atlético quase marcou o segundo. Carlos apareceu bem pela direita e cruzou rasteiro na área, o estreante Hyuri tentou de letra, mas a bola passou na frente do gol e assustou o goleiro do time alemão.

O Atlético e o Schalke voltaram a mudar os times. O Galo fez mais quatro e os alemães mais três. No time alvinegro, mais uma estreia promovida com a entrada do equatoriano Juan Cazares no lugar de Luan. Além disso, também entraram Edcarlos, Mansur e Eduardo nos lugares de Jemerson, Douglas Santos e Rafael Carioca. Já na equipe alemã, Schöpf, Neustädter e Matip foram substituídos por Sidney Sam, Friedrich e Kehrer.

O árbitro americano Ted Unkel quase atrapalhou a vida do Galo na partida contra o Schalke 04. O dono do apito marcou pênalti aos 32 minutos a favor do time alemão. O lance aconteceu em cruzamento de Sané e tentativa de Edcarlos de afastar a bola. O árbitro assinalou que a bola bateu no braço do zagueiro alvinegro, mas no replay é possível ver que a bola bateu em suas costas. Apesar disso, São Victor salvou o juizão. Johannes Geis cobrou no canto esquerdo e Victor defendeu, no rebote, o próprio Geis bateu para fora.

Após o pênalti defendido por Victor, que já começou 2016 com estrela, o Galo foi para cima e transformou uma vitória sofrida em goleada. Aos 35 minutos, Dátolo deu lindo lançamento para Hyuri na área, o estreante alvinegro deixou a bola escapar e na sobra, Patric deu belo toque por cima do goleiro e marcou um golaço para marcar o segundo. No minuto seguinte, Lucas Cândido roubou a bola e acerto chute incrível de fora da área marcando outro golaço na Flórida. Festa preta e branca no Lockhart. 3 a 0.

Ficha do jogo:

ATLÉTICO 3 X 0 SCHALKE 04-ALE

Motivo: Primeiro jogo da Florida Cup 2016
Data e horário: 13/01/2016, quarta-feira, às 21h30 (horário de Brasília) e 18h30 (horário local)
Local: Estádio Lockhart, em Fort Lauderdale
Árbitro: Ted Unkel (EUA)
Auxiliares: Mark Cahen (EUA) e Brian Poeschel (EUA)

Gols: Leonardo Silva (ATL), 8min 1ºT, Patric (ATL), 35min 2ºT, Lucas Cândido (ATL), 36min 2ºT

Atlético: Victor; Marcos Rocha (Hyuri), Leonardo Silva (Erazo), Jemerson (Edcarlos) e Douglas Santos (Mansur); Leandro Donizete (Dátolo), Rafael Carioca (Eduardo), Luan (Juan Cazares), Giovanni Augusto (Lucas Cândido) e Thiago Ribeiro (Patric); Lucas Pratto (Carlos). Técnico: Diego Aguirre.

Schalke 04: Fährmann (Nübel); Júnior Caiçara (Riether), Neustädter (Friedrich), Joel Matip (Kehrer) e Dennis Aogo (Kolasinac); Hojbjerg (Geis), Goretzka, Schöpf (Sidney Sam) e Max Meyer (Belhanda); Choupo-Moting (Leroy Sané) e Huntelaar (Di Santo). Técnico: André Breitenreiter.

Por 

Relacionados

comentários