Rafael Lima analisa empate contra o Inter, comemora mais um gol pelo América-MG e vê time no caminho certo

Contratado para ser uma das referências do América Mineiro, Rafael Lima em pouco tempo virou capitão e peça fundamental do Coelho.

 

Foto: Divulgação/América-MG

Vem sendo uma ótima temporada. Contratado para ser uma das referências do América Mineiro, Rafael Lima em pouco tempo virou capitão e peça fundamental do Coelho. E não só defensivamente. O zagueiro vem ajudando, e muito, o time na hora de marcar gols.

Se no último jogo em casa ele havia contribuído com a assistência para a vitória, na noite desta terça-feira ele foi o responsável pelo gol. Rafael Lima aproveitou seu forte jogo aéreo e fez o único gol do time no empate diante do Internacional, no Independência, por 1×1. “Eu quero sempre ajudar. Me esforço e trabalho para isso. Dentro de campo tento fazer de tudo para o América sair vencedor. Ontem infelizmente não deu, mas mostramos um bom futebol e poderíamos ter vencido o grande favorito da competição. Fiquei feliz em marcar mais um gol. Essa temporada tem sido especial”, afirmou.

E vem sendo especial mesmo. Rafael Lima já soma três gols nos 23 compromissos pelo Coelho em 2017. “Sempre foi uma arma minha, uma característica. Todo bom zagueiro deve subir para o ataque quando possível para ajudar ofensivamente. São jogadas que trabalhamos muito diariamente. Ontem foi assim. Fizemos a movimentação correta e fui feliz em marcar mais um gol. Todos sabem que estou muito feliz aqui, sou tratado muito bem e faço de tudo para retribuir dentro de campo”, disse o capitão do Coelho.

Na próxima rodada, o América tem pela frente o Oeste, fora de casa, que vem de seis jogos de invencibilidade. “Série B não tem jogo fácil. Mas temos que buscar uma regularidade. Vejo que estamos encorpando, estamos crescendo. O time está no caminho certo. Agora é encaixar uma sequencia boa de resultados para darmos um salto na classificação”, finalizou o defensor, que foi ídolo na Chapecoense antes de desembarcar em Minas Gerais.

comentários