No fechamento da sexta rodada do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro foi até Poços de Caldas e conquistou uma importante vitória na competição. Com um gol de Alisson, ainda no primeiro tempo, a Raposa derrotou a Caldense, atual vice campeã mineira, e retomou a liderança do Estadual.

O gol da quarta vitória estrelada na primeira fase do Estadual saiu aos 12 minutos e foi cercado de muita reclamação por parte dos donos da casa. Após cobrança de escanteio realizada por Willian, Bruno Rodrigo cabeceou e a bola sobrou livre para Alisson meio que com um voleio tocar para o fundo do gol. Os jogadores da Veterana reclamaram de impedimento que não foi dado pela arbitragem.

Com o resultado, o Cruzeiro lidera o Estadual com 14 pontos. São quatro vitórias e dois empates em seis rodadas disputadas. Apesar das apresentações do time de Deivid ainda não convencer a torcida, a Raposa está invicta no torneio com 77.8% de aproveitamento. Do outro lado a Caldense aparece apenas em nono lugar com seis pontos conquistados até o momento.

Próximos desafios

Semana cheia para o Cruzeiro na semana que vem. Na próxima quarta-feira, dia 09 de março, o time estrelado fará a ultima apresentação na primeira edição da Primeira Liga. Já eliminado, a Raposa vai encarar o Atlético-PR, no Mineirão, às 19h30.

No final de semana, as atenções se voltarão novamente para o Campeonato Mineiro. Pela sétima rodada, a Raposa receberá o Uberlândia, também no Gigante da Pampulha. A bola vai rolar as 18h30.

CALDENSE 0 X 1 CRUZEIRO

Motivo: 6ª rodada do Campeonato Mineiro
Estádio: Ronaldão, em Poços de Caldas
Data: domingo, 6 de março de 2016
Árbitro: Cleisson Veloso Pereira
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Ricardo Júnio de Souza
Gol: Alisson
Cartões amarelos: Fabiano e De Arrascaeta (Cruzeiro)
Público e renda: 2.626 pagantes e R$98.220

CRUZEIRO – Fábio; Fabiano (Mayke), Leo, Bruno Rodrigo e Sánchez Miño; Henrique, Lucas Romero e Ariel Cabral; De Arrascaeta (Elber); Willian (Douglas Coutinho) e Alisson Técnico: Deivid

CALDENSE – Neguete; Jéfferson Feijão, Rafael Estevam, Paulão (Marx Freud) e Marcelinho; Marcel, Michel Benhami , Michel Elói (Marcinho), Tiago Azulão (Edu Silva), Ewerton Maradona; Rafamar Técnico: Gian Rodrigues

Por

comentários