Suspenso diante do Atlético Goianiense, Robinho concentra suas forças em busca do bicampeonato da Copa do Brasil

Robinho terá nove dias de preparação para o compromisso da final pela Copa do Brasil.

 

Foto: Divulgação/Cruzeiro

O cartão amarelo recebido na vitória por 1×0 contra o Bahia, no último dia 17 de setembro, tirou o meia Robinho do duelo de ontem (domingo) diante do Atlético Goianiense. Foi a terceira advertência do camisa 19 nesse Brasileirão.

Suspenso do compromisso em solo goiano, Robinho terá nove dias de preparação para o compromisso da próxima quarta-feira, às 21h45, no estádio Mineirão contra o Flamengo na segunda partida da final da Copa do Brasil. Uma das lideranças cruzeirenses, Robinho diz que tem aproveitado bem o período antes da partida mais importante do ano para a Raposa. “Estou muito focado nessa final. Desde que soube que não participaria da partida contra o Atlético Goianiense procurei concentrar todas minhas energias nesse jogo contra o Flamengo seja no aspecto de treinamento ou no lado psicológico. No momento decisivo como esse não se pode relaxar. Procurei, inclusive, falar o menos possível para me manter concentrado”, admitiu o meia, que tem 58 partidas pelo clube mineiro.

Em 2015, Robinho foi campeão da Copa do Brasil pelo Palmeiras. Mas também já foi semifinalista pelo Cruzeiro no ano passado e pelo Avaí em 2011. Na opinião do meia, a decisão está totalmente em aberta. “Não tem nada decidido. São mais 90 minutos de muita emoção. Sei como é traiçoeira a Copa do Brasil. Por isso, o cuidado tem que ser total nessa partida contra o Flamengo, que é outro gigante do futebol brasileiro. Mas, estamos confiantes sim. Nosso time cresceu no momento mais decisivo da temporada e queremos fechar bem o ano”, concluiu.

Relacionados

comentários