Atlético-MG pensando na Libertadores, joga com o time reserva e só consegue um ponto, com o empate diante do Guarani-MG.

 

Agora é Libertadores! O Atlético está focado na disputa da Libertadores e estreará já na próxima quarta-feira (17), Como o elenco já embarca rumo ao Peru neste domingo (14), o técnico Diego Aguirre optou escalar neste sábado (13)  um time reserva contra o Guarani em Divinópolis, jogo que foi válido pela terceira rodada do Campeonato Mineiro 2016. O jogo foi tecnicamente fraco e com poucas chances de gols. O placar acabou não saindo do zero. Empate e um ponto para cada lado.

Com o 0 a 0, o Galo segue na liderança do Mineiro com seis pontos ganhos. Porém, o time alvinegro pode deixar a ponta neste domingo, quando o rival Cruzeiro e o Villa Nova entram em campo e podem ultrapassar o Atlético. O Leão do Bonfim, inclusive, só depende dele e só precisa vencer para se tornar líder da competição.

Agora, o Galo “deixa” o Mineiro de lado e foca 100% na estreia da Copa Libertadores 2016. Na próxima quarta-feira (17), o Atlético vai encarar o Melgar-PER, às 21h45, no Peru. Os mineiros estão no grupo 5 da competição sul-americana. Além do Melgar-PER, também fazem parte da chave o Colo Colo-CHI e o Independiente Del Valle-EQU.

O elenco atleticano vai embarcar rumo ao Peru neste domingo. Robinho, principal contratação de 2016 e que chegou ao clube na sexta-feira (12), não viaja e fica em Belo Horizonte aprimorando a parte física. Já o equatoriano Juan Cazares deve viajar e a expectativa é que ele apareça no BID da CBF nesta segunda-feira (15) ou na terça-feira (16).

O jogo

A partida entre Guarani e os reservas do Atlético foi bem fraca tecnicamente. O time alvinegro sentiu muito a falta de entrosamento, acabou errando muitos passes e não conseguia sair em velocidade nos contragolpes. O Bugre também pecou bastante e quando chegou bem parou em bom dia do goleiro Giovanni.

As duas únicas oportunidades reais de gol no primeiro tempo foi do Galo. Aos 43 minutos, o zagueiro Lula vacilo feio e deu um presente para o meia Dodô, que chutou para boa defesa do goleiro Leandrão. Três minutos depois, Dodô tabelou com Henrique, entrou na área e acabou finalizando fraco para fora.

O jogo não mudou muito na etapa final e o jogo seguiu fraco tecnicamente. Mas desta vez o Guarani conseguiu criar boas chances, porém parou no dia inspirado de Giovanni. Aos 25 minutos, Jonathan recebeu na área e bateu forte, Giovanni espalmou e no rebote, quando a bola ia parar nos pés de Júnior Barros, o goleiro atleticano conseguiu mandar a bola para longe com um tapinha sensacional.

Já o Galo teve chance também de marcar e em um das suas jogadas mais fortes, a bola aérea. Aos 37 minutos, Edcarlos aproveitou cobrança de escanteio e desviou de cabeça, a bola foi para fora com muito perigo. Edcarlos tentou novamente de cabeça aos 43, a bola foi para baixo e mesmo fraca saiu raspando a trave de Leandrâo. O técnico Diego Aguirre acabou dando oportunidade para um jovem do juvenil jogar. Já no final, ele tirou o atacante Pablo e colocou o volante Renan, de apenas 16 anos.

Veja a ficha técnico do jogo:

GUARANI 0 X 0 ATLÉTICO

Motivo: 3ª rodada do Mineiro 2016
Data/horário: 13/02/2016, sábado, 17h
Local: Farião, em Divinópolis
Árbitro: Gabriel Murta Barbosa Maciel (CBF)
Auxiliares: Sidmar dos Santos Meurer

Cartões amarelos: Felipe Cordeiro, Lula e Murilo (Guarani); Gabriel e Henrique (Atlético)

Guarani: Leandro; Felipe Cordeiro, Lula, Murilo e Iago; Renan (Denílson), Genalvo, Felipe Caldeira e Carlos Renato; Jonathan (Romarinho) e Marcus Vinícius (Júnior Barros). Técnico: Ricardo Leão.

Atlético: Giovanni; Carlos César, Edcarlos, Erazo e Mansur; Eduardo, Lucas Cândido, Gabriel e Dodô; Pablo (Renan) e Henrique (Yago). Técnico: Diego Aguirre.

Por 

comentários