Não deu! O Atlético não conseguiu trazer um resultado positivo para Belo Horizonte e acabou derrotado pelo São Paulo por 1 a 0 no Morumbi. Apesar de luta muito, o time alvinegro pecou demais no último passe e viu os paulistas marcarem o gol da vitória em bola aérea após cobrança de falta na área. O gol da vitória dos donos da casa foi marcado por Michel Bastos, que entrou na etapa final do jogo.

Com a derrota em São Paulo, o Galo terá que reverter a vantagem no Independência e colocar em ação novamente o famoso bordão “eu acredito”. O time alvinegro precisa de uma vitória simples, sem tomar gols, para levar a disputa pela vaga na semifinal para os pênaltis. Já em caso de vitória por dois gols de diferença, o Atlético garantirá a sua classificação direta no tempo normal.

Antes de pensar no jogo decisivo pelas quartas da Libertadores, Galo e São Paulo mudam o foco para a estreia no Brasileirão 2016. O Atlético receberá o Santos no próximo sábado (14), às 18h30, no Independência. Já o São Paulo joga no domingo (15) contra o Botafogo, às 11h, fora de casa. Na Libertadores, mineiros e paulistas voltam a se enfrentar na quarta-feira que vem, dia 18, às 21h45, no Independência.

Aliás, o Galo perdeu dois jogadores importantes para a partida de volta contra o São Paulo e também ganhou uma dúvida. Os volantes Rafael Carioca e Júnior Urso levaram o terceiro amarelo e vão cumprir suspensão. Já o atacante Robinho deixou o campo sentindo uma lesão e parece preocupar. Ele caiu sozinho e pediu para ser substituído na mesma hora. A impressão é de lesão muscular.

Jogo nervoso

O duelo entre São Paulo e Atlético começou muito nervoso no Morumbi. Logo no início, Marcos Rocha acertou um tapa em Kelvin, mas o árbitro não viu. Ao mesmo tempo, Carioca se estranhou com Thiago Mendes e Paulo Henrique Ganso, os três foram amarelados. Já Leonardo Silva, em lance já parado, pegou Calleri e também levou marelo. Por falar nisso, Leandro Donizete e Júnior Urso, por reclamação, também foram amarelados.

Os jogadores do Galo pareciam nervosos no início do jogo. Depois, eles reclamaram muito com o árbitro Wilmar Roldán, devido a duas faltas por trás sofridas pelo time alvinegro e o juiz não mostrou amarelo.

Mas a primeira etapa não foi só nervoso e de cartões. Foram poucas chances claras de gols. No São Paulo, Ganso apareceu bem na área, mas cabeceou para fora. Já no Atlético, Lucas Pratto chegou a balançar as redes com uma rasteira após cruzamento de Patric, porém ele estava impedido e o assistente acertou ao anular o gol.

Além de ver a maior parte do seu time amarelado, o técnico Diego Aguirre ainda perdeu um dos seus principais jogadores. O atacante Robinho caiu no campo sozinho e parecia sentir uma lesão muscular. Rapidamente, ele já pediu substituição e acabou deixando o campo de maca dando lugar a Hyuri.

Vantagem paulista

O Atlético começou melhor no segundo tempo, buscando mais o ataque, mas faltava qualidade no último passe. Já o São Paulo levava muito perigo ao gol alvinegro nas bolas aéreas. Rodrigo Caio quase marcou após cabeçada de Maicon. O Galo logo respondeu com Júnior Urso arriscando de longe, mas ele pegou mal na bola.

O São Paulo melhorou no jogo com as mudanças feitas pelo técnico Edgardo Bauza. Primeiro, ele tirou Kelvin e colocou Michel Bastos em seu lugar. Depois tirou o volante Thiago Mendes e colocou o atacante Wilder. Michel Bastos apareceu bem na entrada da área pela esquerda pouco depois de entrar, mas finalizou muito forte para fora.

O Galo tinha dificuldades na criação de jogadas. As principais jogadas eram também em bolas paradas, faltas, escanteios e laterais perto da área. Alguns chutes de longe, sem direção, também foram tentados. Mas quem acabou abrindo o placar foi o São Paulo. Michel Bastos aproveitou cobrança de falta de Wesley e subiu sozinho para marcar de cabeça. Aliás, na comemoração de gol, uma grade de um dos camarotes caiu e alguns torcedores acabaram caindo no campo.

Depois disso, o técnico Diego Aguirre resolveu fazer a sua segunda mudança no jogo. Ele tirou o lateral Patric e colocou o atacante Clayton. Lucas Pratto teve grande chance para empatar, após bola sobrar para ele na entrada da área, porém ele pegou mal na bola e isolou. O Galo até tentava alguma coisa no ataque, mas seguia faltando capricho no último passe. Não teve jeito, vantagem paulista no jogo de ida.

Ficha técnica do jogo

SÃO PAULO 1 X 0 ATLÉTICO

Motivo: 1º jogo das quartas da Libertadores 2016
Data/horário: 11/05/2016, quarta, 21h45
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Auxiliares: Eduardo Díaz (COL) e Humberto Clavijo (COL)

Público e renda: 61.297 presentes. Renda de R$ 4.137.596,00

Gol: Michel Bastos (SÃO), 34min 2ºT

Cartões amarelos: Thiago Mendes, Ganso e Wesley (São Paulo); Leonardo Silva, Rafael Carioca, Leandro Donizete, Júnior Urso, Robinho, Marcos Rocha e Patric (Atlético).

São Paulo: Denis; Bruno, Maicon (Lugano), Rodrigo Caio e Mena; Hudson e Thiago Mendes (Wilder); Wesley, Paulo Henrique Ganso e Kelvin (Michel Bastos); Calleri.  Técnico: Edgardo Bauza.

Atlético: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Rafael Carioca, Leandro Donizete, Júnior Urso, Robinho (Hyuri) e Patric (Clayton); Lucas Pratto. Técnico: Diego Aguirre.

Por

comentários