Rally dos Sertões entrou no Tocantins com a etapa maratona, e a dupla Lucas Teixeira e Rafael Dias completou a primeira perna desta fase com o segundo lugar na categoria Pró Brasil.

 

A caravana do Rally dos Sertões chegou nesta quinta-feira, 08, na cidade de Mateiros, TO – detentora da maior parte territorial do Jalapão (uma das maravilhas turísticas do Brasil). A quinta etapa do evento foi escolhida para ser a primeira perna da maratona, na qual os mecânicos não podem realizar a manutenção nos veículos. Assim que terminam a prova, os competidores estacionam as máquinas em um parque fechado, onde terão acesso somente amanhã, 09, poucos minutos antes da largada (quando eles mesmos terão um tempo pré-determinado para fazer alguns ajustes necessários).

O trajeto que ligou os municípios de Luís Eduardo Magalhães, BA, e Mateiros, TO, teve 461 quilômetros, com 426 quilômetros de trechos cronometrados, percurso este que o piloto Lucas Teixeira e o navegador Rafael Dias completaram em 05h47min15s, conquistando assim a segunda posição na categoria Pró Brasil, e o excelente sétimo lugar na Geral. No ranking acumulado, eles mantêm a vice-liderança na Pró Brasil, porém, na Geral, subiram posições e, agora, ocupam a sétima colocação, com o 23h33min11.

“Tomar a decisão de encarar o maior rali do Brasil não é fácil, é um dos desafios mais duros que já vivi e estou vivendo. Passamos da metade da disputa; corpo e mente já não são mais os mesmos. É tudo ao extremo e o desejo ardente de chegar ao final do roteiro, em Palmas”, declarou o piloto Lucas, ao conferir a evolução da dupla na competição. “A quinta etapa exigiu muita atenção. Foi mais um dia para administrar resultado, do que para buscar tempo, uma vez que estamos na Maratona. Passamos por estradas bem sinuosas, com diversas lombas, depressões e trechos estreitos. Por estarmos no Jalapão, tivemos piso arenoso e longas retas onde aceleramos fundo”, contou.

Os outros representantes da HND Racing, Antonio Carlos Teixeira e Emerson Etechebere estão matando um leão por dia. A Mitsubishi L200 RS tem apresentado alguns problemas mecânicos, tais como na embreagem e nos freios. Entretanto, eles não se dão por vencidos e seguem nesta disputa. “Está um verdadeiro Indiana Jones. Mas vai dar tudo certo”, disse Antonio Teixeira. Nesta quinta etapa, eles obtiveram o quarto lugar da Super Production e 23º na Geral.

A sexta etapa será outro ponto crucial do Rally dos Sertões, pois os participantes largarão com os veículos sob as mesmas condições mecânicas que terminaram a especial de hoje. Serão 520 quilômetros entre Mateiros e Ponte Alta, TO (sendo 515 quilômetros de trecho navegado), cuja promessa é de uma nova prova difícil e técnica, que marcará essa edição do evento. O percurso começa travado, com estradas sinuosas e terreno de areia; seguirá por setores de savanas onde a navegação será primordial, adentrando no Jalapão.

Programação – 24º Rally dos Sertões

09 de setembro – Etapa 6
Mateiros (TO) – Ponte Alta (TO)
Deslocamento inicial: 0 km
Trecho especial: 514,98 km
Deslocamento final: 5,97 km
Total do dia: 520,95 km

10 de setembro – Etapa 7
Ponte Alta (TO) – Palmas (TO)
Deslocamento inicial: 4,61 km
Trecho especial: 191,54 km
Deslocamento final: 47,46 km
Total do dia: 243,61 km

Para ler mais notícias do Por Dentro de Minas, clique em esporte.pordentrodeminas.com. Siga também o Por Dentro de Minas no Twitter e Facebook e pelo RSS.

Relacionados

comentários