Camponesa/Minas é superado pelo Rexona-Sesc na estreia da semifinal

Em um belo jogo, bem disputado e com vários rallys, que levantaram os 3.600 torcedores presentes na Arena Minas Tênis Clube, o minastenistas tentaram, mas perdeu de 3 sets a 0 para a equipe visitante, com parciais de 25/20, 25/19 e 25/18.

 

Oposta Hooker foi a maior pontuadora do Camponesa/Minas, com 15 pontos – Foto: Orlando Bento/Minas Tênis Clube

Camponesa/Minas e Rexona-Sesc abriram a semifinal da Superliga Feminina em grande estilo. Foi um belo jogo, bem disputado e com vários rallys, que levantaram os 3.600 torcedores presentes na Arena Minas Tênis Clube. Na noite dessa sexta-feira, as minastenistas tentaram de todas as maneiras, mas não conseguiram evitar o revés frente ao forte time do Rio de Janeiro. O placar foi de 3 sets a 0 para a equipe visitante, com parciais de 25/20, 25/19 e 25/18. A oposta Hooker foi a maior pontuadora do Camponesa/Minas, com 15 pontos. Já a ponteira Gabi, do Rexona-Sesc, foi eleita a melhor jogadora em quadra e ficou com o Troféu Viva Vôlei.

Agora, o Camponesa/Minas já pensa no jogo dois da série melhor de cinco da semifinal. O time embarca para o Rio de Janeiro, na manhã desta segunda-feira (3/4), em busca do primeiro triunfo na série eliminatória. O segundo jogo será na terça-feira (4/4), às 21h30, no Ginásio do Tijuca, na capital fluminense. Já o terceiro duelo, será no dia 7/4, também no Rio. Em caso de uma vitória do Camponesa/Minas, no Rio, o quarto jogo será na capital mineira, no dia 11/4.

Outros destaques
A ponteira Jaque também foi um dos destaques da equipe minastenista. Apesar da derrota, ela foi ao ataque e contribuiu com os números do time. A atleta marcou 10 pontos. A boa notícia foi a recuperação da ponteira Rosamaria, que sofreu uma lesão no joelho esquerdo durante o segundo jogo das quartas de final, contra o Genter Vôlei Bauru. Rosa foi titular na partida e marcou seis pontos.

Fala, Jaque
“Difícil falar após esse jogo. Perdemos para o time mais forte, uma equipe que tem uma hegemonia grande. Hoje não jogamos bem. Infelizmente não conseguimos fazer o que a gente vinha fazendo e acabamos com a derrota. Agora, é concentrar para o próximo jogo. Ainda não acabou, temos mais jogos e acredito muito em nossa equipe. É difícil, mas não é impossível”, Jaqueline, ponteira do Camponesa/Minas.

A torcida…
Que torcida é essa? A festa na Arena MTC foi sensacional. Os 3.600 torcedores apoiaram o time antes mesmo dele entrar em quadra. A fila do lado de fora do ginásio começou a crescer por volta das 15h. Pontualmente, às 19h30, os portões se abriram. Do lado de dentro, canhões de luzes e músicas animadas anunciaram o início da festa, que foi abrilhantada pela nossa patrocinadora máster, a Camponesa, que distribuiu batecos e camisas para colorir as arquibancadas. Apesar da derrota, a festa foi linda, e o Minas agradece imensamente o apoio de vocês, torcedores. Vocês foram demais!

Ingressos no Rio
E continua a venda de ingressos para os jogos no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro, nos dias 4 e 7 de abril. Confira as opções:

Opção 1 – R$ 100 por pessoa, com direito a passagens de ida e volta ao Rio de Janeiro, em ônibus executivo, mais um ingresso para o jogo do dia 4/4 (Rio) e uma camisa da Torcida Vitaminada Camponesa/Minas.

Opção 2 – R$ 100 por pessoa, com direito a passagens de ida e volta ao Rio de Janeiro, em ônibus executivo, mais um ingresso para o jogo do dia 7/4 (Rio) e uma camisa da Torcida Vitaminada Camponesa/Minas.

Os pacotes são limitados aos 48 primeiros torcedores (lotação máxima do ônibus) para cada jogo no Rio de Janeiro. O ônibus só sairá de Belo Horizonte se forem comercializados, no mínimo, 30 pacotes para cada dia. Caso contrário, o valor será devolvido ao torcedor.

Os pacotes de ingressos são vendidos na bilheteria do Teatro Bradesco (Rua da Bahia, 2.244), das 12h às 20h. Neste fim de semana, as vendas serão realizadas das 12h às 18h. O pagamento deve ser feito em dinheiro.

A saída do ônibus para o Rio de Janeiro será nos dias dos jogos (4 e 7 de abril), às 11h, da portaria da Rua Antônio de Albuquerque, 1.200 (Minas I). O retorno será após o jogo.

Os menores de 18 anos só poderão viajar acompanhados dos pais ou responsáveis legais, com os devidos documentos.

Ficha técnica
Camponesa/Minas: Naiane, Hooker, Carol Gattaz, Mara, Jaque, Rosamaria e Léia (líbero). Entraram: Karine, Fran, Karol Tormena e Pri Daroit. Técnico: Paulo Coco.
Rexona-Sesc: Roberta, Gabi, Juciely, Monique, Anne, Carol e Fabi (líbero). Técnico: Bernardo Rezende.
Árbitros: Rogério Espicalsky, do Espírito Santo, e André Costa, de São Paulo.
Público: 3.600 Torcedores.

Semifinal
31/3 – Camponesa/Minas (0 x 3) Rexona-Sesc – Sportv
4/4 – 21h30 –  Rexona-Sesc x Camponesa/Minas – Sportv
7/4 – 21h30 – Rexona-Sesc x Camponesa/Minas – Sportv
11/4 (se necessário) – Camponesa/Minas x Rexona-Sesc
14/4 (se necessário) – Rexona-Sesc x Camponesa/Minas

Reportagens relacionadas

comentários