Polícia Civil prende dois suspeitos de roubo à hamburgueria na capital

Homens são suspeitos de um roubo cometido em uma hamburgueria no bairro Anchieta, em 3 de abril deste ano.

 

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Com o objetivo de combater os crimes violentos contra o patrimônio, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) em Belo Horizonte realizou as prisões de Ícaro Amaral Cunha, de 24 anos, e de Eduardo Tadeu Rodrigues de Lima, de 19, respectivamente, nos dias 21 e 22 de novembro. Eles são suspeitos de um roubo cometido em uma hamburgueria no bairro Anchieta, em 3 de abril deste ano.

De acordo com a Delegada Cláudia Marra, na ocasião, os suspeitos entraram no local, no horário de fechamento e, armados, ameaçaram e agrediram três funcionários. “Quatro indivíduos, mediante grave ameaça, com emprego de arma de fogo e violência física, subtraíram uma televisão de 42″, o dinheiro que estava no caixa do estabelecimento, além de aparelhos celulares e outros bens de propriedade das vítimas. Um quinto suspeito dirigia o veículo em que eles fugiram”, revelou.

Ainda segundo a Delegada um suspeito teria ofendido a dignidade sexual de uma vítima. “Durante o tempo em que restringia a liberdade de uma das vítimas do sexo feminino, deslizou as mãos por seu corpo. Os dois suspeitos foram reconhecidos formalmente pelas vítimas”, ressaltou.

Os suspeitos estão presos preventivamente e o inquérito policial foi concluído e remetido a Justiça com o indiciamento por roubo para os dois suspeitos, sendo que Eduardo também foi indiciado por estupro. As investigações prosseguem no sentido de identificar os demais indivíduos.

comentários