Professor da UFMG é assassinato com dez facadas dentro de ônibus em BH

Professor chegou a ser socorrido para hospital, mas morreu horas depois.

• atualizado em 14/11/2017 às 13:10  

Professor Antônio Leite Alves Hadicc – Foto: Facebook/Arquivo pessoal

O professor do curso de medicina da Universidade Federal de Minas Gerais morreu ao ser esfaqueado dentro de um ônibus da linha 9805 nesta segunda-feira (13) na altura do bairro Bonfim, na Região Noroeste de Belo Horizonte.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o crime aconteceu durante a manhã, após uma discussão do professor Antônio Leite Alves Hadicchi, de 60 anos, com um homem.

A vítima foi atingida por dez facadas. Ele chegou a ser socorrido para o Hospital Odilon Behrens, mas não resistiu aos ferimentos e morreu nesta tarde.

Um homem, além de uma mulher suspeito do crime foi preso. A mochila da vítima que teria sido levada pelos suspeitos, não foi localizada pela polícia.

O corpo será velado no Salão Nobre da Unidade, e o sepultamento será às 17h, no Cemitério do Bonfim (Rua Bonfim, 1.120), em Belo Horizonte.

Segundo a UFMG, o professor deixa a viúva, professora Maria Inês Barreiros Sena, da Faculdade de Odontologia da UFMG, quatro filhos (dois deles do primeiro casamento) e uma neta.

comentários