Morre Adriene Andrade, conselheira do TCE de Minas

Adriene Andrade, deixa dois filhos e o ex-senador Clésio Andrade.

• atualizado em 17/04/2018 às 12:46  

Foto: Karina Camargos Coutinho/TCE/Divulgação

A conselheira do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG), Adriene Andrade, de 53 anos, morreu durante a manhã desta segunda-feira, em São Paulo. A causa da morte ainda não foi divulgada.

Adriene foi a primeira mulher a ocupar o cargo de conselheira e presidente no TCE de Minas. Esposa do ex-senador Clésio Soares de Andrade, deixou dois filhos: Diego Barbosa de Faria Brio e Bruna Barbosa de Faria Brito.

Também foi a primeira prefeita na cidade de Três Pontas, no Sul do estado, e a primeira mulher a presidir a Associação Mineira de Municípios (AMM). Nascida em Boa Esperança, na Região Sul de Minas Gerais, em 24 de maio de 1964, cidade onde ocorrerá o enterro, mas o horário e o local ainda não foram informados.

comentários