Show inédito de Pedro Morais marca aniversário de Drummond

Sesc Palladium recebe cantor e compositor nos dias 31/10 e 1/11 com espetáculo “Poema Noturno”, em 11 releituras e arranjos musicais para poemas de diversas fases do autor; no palco, convidados como o rapper Douglas Din e o músico Barulhista.

• atualizado em 26/10/2017 às 16:11  

Pedro Morais – Crédito: Frank Bittencourt

“Penetra surdamente no reino das palavras”, aconselha o imortal itabirano que completa 115 anos de existência neste final de outubro. O cantor e compositor mineiro Pedro Morais, 80 anos a menos e fã do poeta desde a adolescência, desobedeceu e penetrou no universo drummondiano levando para lá seus violões, guitarras, baterias eletrônicas, melodias e harmonias. O resultado será apresentado no palco do Sesc Palladium, em Belo Horizonte, no dia 31 (terça), aniversário de Carlos Drummond de Andrade, e também no dia 1 (quarta).

O espetáculo “Poema Noturno” envolveu o desafio de musicar, em linguagem moderna, parte da obra de um dos maiores cânones da poesia em língua portuguesa. No palco serão apresentados 11 poemas, com a participação de Pedro (vozes, guitarra e violão) e companhia de Barulhista (beats e programações) e Richard Neves (teclado). Participa também como convidado o rapper Douglas Din, remixando o texto poético de Drummond em diversas linguagens. Além disso, as projeções de vídeo-mapping do artista Daniel Todeschi e a iluminação de Paula Manata completam a cena.

O show é uma realização do Sesc Palladium. As apresentações acontecem no Teatro de Bolso do Sesc (Av. Augusto de Lima, 420), a partir das 20h. Os ingressos já estão à venda na bilheteria do teatro e custam R$15 (inteira), R$ 7,50 (meia), R$ 6 (comerciários). Mais informações pelo telefone (31)3270.8100.

SOBRE O ESPETÁCULO “POEMA NOTURNO”

Com três discos lançados e carreira destacada na nova música mineira, o cantor e compositor Pedro Morais tem dormido as últimas noites com a companhia das páginas de Drummond, espalhadas pela cama. Lidando com a recente perda da mãe, o artista, fã do poeta desde a adolescência, recebeu a missão de, em quarenta dias, musicar os textos que mais o agradam das diversas fases do autor e apresentar um espetáculo no “Dia D”, a data de nascimento de Drummond e de comemoração nacional pela sua obra. A iniciativa partiu da coordenação artística do Sesc Palladium, após contato com a música “Bilhete”, que na verdade é a releitura do poema homônimo de Mário Quintana gravado no último álbum de Pedro.

A partir disso foi criado o show “Poema Noturno”, com uma aproximação experimental de música e poesia, buscando a intercessão das mineiridades urbana e tradicional entre o poeta e o músico. O repertório contempla o registro mais conhecido da produção drummondiana, a sua lírica fundamental do amor, da experiência do mundo e da liberdade, mas também o passeio por temas e ambientes poéticos distintos, que pudessem se alinhar às escolhas musicais de Pedro. “O formato não é da poesia estereotipada, declamada, não é a busca apenas por harmonias rebuscadas. Também está lá a tentativa de um Drummond com groove, de um Drummond factível, pop. Buscamos alcançar o poder de cada palavra inserida em um local musical específico, valorizando a capacidade genial de síntese que se apresenta muitas vezes na obra dele e que também busco no meu trabalho”, explica o compositor.

O show, que poderá posteriormente transformar-se em um álbum, inclui passagens como os violões em tom menor para “Cantiga de Viúvo”, a multiplicação de vozes sobre percussão em “Liberdade”, o suingue com riff de guitarras em “Cidadezinha Qualquer” e até mesmo um bolero brega de esquina em “Poema Patético”. Alguns textos receberam o arranjo completo com banda e outros serão apenas lidos e interpretados livremente pelo artista.

SOBRE PEDRO MORAIS

Mineiro de Belo Horizonte, Pedro Morais viveu a infância e adolescência em Minas Novas, Vale do Jequitinhonha. Aos oito anos, já tocava bandolim e violão. Participou de grupos de chorinho e seresta, além de iniciar a participação em festivais. Aos 17 anos, ganhou o prêmio de melhor intérprete do Festur, o Festival de Turmalina. Foi um dos vencedores do Conexão Telemig Celular 2004 – Novos Talentos na Música Mineira. Dividiu o palco com artistas como Paulinho Moska, Curumim, Max de Castro, Otto, Toninho Horta, Vander Lee, Jorge Vercilo, Beto Guedes, Ângela RoRô, Marina Machado, Ná Ozzeti e Tiê. Cantor, compositor e instrumentista, Pedro Morais já lançou três discos: Pedro Morais (2006), Sob o Sol (2010) e Vertigem (2013). Também faz parte do Quarteto Cobra Coral, grupo composto por mais três artistas mineiros: Flávio Henrique, Kadu Viana e Mariana Nunes.

SOBRE O SESC PALLADIUM

Inaugurado em agosto de 2011, e projetado para receber diversas linguagens artísticas e expressões culturais, o Sesc Palladium oferece programação diversificada durante todo o ano. São apresentadas dezenas de espetáculos teatrais, shows, performances, exposições, exibição de filmes, oficinas artísticas, debates e palestras, além de atividades de arte e educação. O espaço é um dos mais bem equipados centros do país e possui o que há de melhor em tecnologia de som, imagem, tratamento acústico, iluminação e comodidade, em 10.806m² de área construída. O prédio está localizado em um ponto histórico de Belo Horizonte, onde funcionou o antigo Cine Palladium, entre a rua Rio de Janeiro e a avenida Augusto de Lima.

O Sesc Palladium também apostou na comodidade e na acessibilidade. Nos teatros e cinema, há cadeiras especiais para obesos e espaços reservados para cadeirantes. Gestantes, lactantes, mães com crianças de colo, idosos e pessoas com mobilidade reduzida também possuem assentos preferenciais com localização mais próxima à saída. O espaço conta com plataformas de acesso em todos os locais onde há escadas e elevadores e banheiros adaptados.

SERVIÇO

“Poema Noturno”- Pedro Morais
31/10 (terça) e 1/11 (quarta-feira), às 20h
Teatro de Bolso do Sesc Palladium (Av. Augusto de Lima 420)
Ingressos: R$15 (inteira), R$ 7,50 (meia), R$ 6 (comerciários).
Informações: (31)3270.8100.

Relacionados

comentários