20ª edição do evento acontece entre os dias 18 e 27 de agosto em Tiradentes homenageia Minas Gerais e a programação artística celebra toda a exuberância e pluralidade da música mineira.

• atualizado em 19/08/2017 às 11:27  

Nem só de comida se faz o Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes. As atrações culturais conversam com o tema e com a curadoria gastronômica para que o evento ofereça uma experiência completa. A 20ª edição do evento, que acontece entre os dias 18 e 27 de agosto, na cidade de Tiradentes/MG homenageia Minas Gerais e a programação artística celebra toda a exuberância e pluralidade da música mineira. Apresentações de artes cênicas também estão na programação.

Em seus 20 anos, o Festival se transformou na maior referência da cultura gastronômica do país. E pelos palcos já passaram mais de 900 atrações. Nesta edição, nomes como Fernanda Takai, Alda Rezende, Wilson Sideral, Thiago Delegado, Aline Calixto, Marcos Ruffato, Fernando Sodré Trio, Rentao Savassi, Weber Lopes com Paulo Santos (Uakti), música instrumental e artistas do Campo das Vertentes estão no line-up.

A programação cultural inclui grandes nomes do estado, com projeção internacional, passando pela música instrumental da mais alta qualidade, e novos talentos – os destaques da escola de música da Universidade Federal de São João Del Rei. A tradicional Praça da Rodoviária e a Praça Sesc Campo das Vertentes vão receber mais de 35 atrações musicais, com curadoria da produtora Patrícia Tavares (Do Brasil Eventos), que fazem uma reverência a Minas Gerais.

“A nossa música é uma potência mundial, nos quatro cantos do mundo onde eu visitei sempre me deparei com artistas mineiros e isso me deixa muito orgulhosa. Temos uma grande diversidade musical, artistas de renome e uma cena riquíssima, que vamos explorar no Festival. Além de vencedores de grandes prêmios de música instrumental do Brasil que estão na programação”, comenta Patrícia.

O primeiro final de semana de festival começa animado na sexta (18), ao som do samba de Aline Calixto, que interpreta canções de Clara Nunes, também um ícone mineiro. O pop de Wilson Sideral fecha a programação. A noite de sábado (19), traz para a Praça da Rodoviária o instrumental de Felipe José e o som do violão de sete cordas do músico Thiago Delegado.

Abrindo o segundo final de semana, dia 25 de agosto (sexta), no palco da Praça Sesc Campo das Vertentes, o show da cantora mineira Alda Rezende, que mora na Nova Zelândia e vem especialmente para o Festival. No sábado (26), o mesmo palco recebe o encontro entre Weber Lopes com Paulinho Santos do grupo UAKTI. E a noite se encerra com o grande show da cantora Fernanda Takai. A cantora apresenta seu trabalho solo mais recente “Na medida do Impossível”.

Grupos de tetro e atrações circenses complementam a programação, com espetáculos, charangas, serenatas, realejos, contação de histórias, entre outras atrações. DJs e diversas atrações gastronômicas também estarão disponíveis.

Esta edição é realizada por meio das Leis Federal e Estadual de Incentivo à Cultura, apresentada pelo Ministério da Cultura, Bradesco e Cielo, com patrocínio de Brahma Extra, Net Claro e Cemig, fomento da Codemig e Governo de Minas Gerais. Conta com a parceria educacional e cultura do Sesc e Senac; apoio da H2OH, Sebrae, Mater Dei, Verdemar e Souza Cruz; apoio institucional do Governo do estado do Ceará; colaboração de Larambla e Dickies.

O tema

Durante os dez dias de festa a cidade se transforma e abraça o evento, que este ano homenageia o estado de Minas Gerais. O Festival faz parte do calendário anual do Projeto Fartura – Comidas do Brasil que, após visitar todo o Brasil e alguns lugares no mundo pesquisando a gastronomia, voltou os olhos a Minas Gerais. A conclusão foi que a riqueza e fartura gastronômica, a calorosidade do povo e a importância deste setor na economia do estado – com números expressivos, fazem da gastronomia mineira uma das mais importantes do mundo.

A gastronomia tem importante valor cultural em Minas, com produtos tradicionais como o queijo, o café, a cachaça. Mas a importância não é só afetiva, este setor é responsável por girar a economia. O estado é o maior produtor e exportador de café do Brasil e do mundo; o segundo com mais produtos com certificado de origem e procedência do país; 400 mil agricultores familiares cadastrados. São 19 roteiros estruturados nas regiões turísticas de Minas, além de 16 cursos de gastronomia, de nível tecnológico, em funcionamento.

O Festival Gastronomia e Cultura Tiradentes foi pioneiro em eventos de alta gastronomia no Brasil e ajudou a projetar nacionalmente a rica comida mineira. “Eleger uma gastronomia como melhor ou pior é algo relativo. Mas após visitar todo o Brasil com este foco, tenho uma certeza: Minas Gerais é o lugar onde se come melhor. Não só pela fartura, riqueza gastronômica e tradição, mas pela receptividade do mineiro, pela importância econômica que temos em nossa gastronomia.”, comenta Rodrigo Ferraz, Diretor do evento.

SERVIÇO

Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes
Local: Tiradentes – MG
Data: de 18 a 27 de agosto

Programação completa:
//farturabrasil.folha.uol.com.br/blog-festivais/fartura-tiradentes/

Programação artística:
//farturabrasil.folha.uol.com.br/blog-programacoes/palco-da-rodoviaria-tiradentes

PROGRAMAÇÃO TEATRAL

18 DE AGOSTO
13h – Charanga de Paiaço – ​​ concentração ao Largo do Rosário
​16h – A Fada, a Flor e a Princesa – Largo das Mercês

19 DE AGOSTO
10h30 – Cortejo Birutas e Papudo – ​concentração ao ​Largo das Mercês
13H ​​​ – Realejo – Praça Senac do Conhecimento (itinerante)
15H – Realejo – Praça Senac do Conhecimento (itinerante)
15H – Números Clássicos de Circo – Praça Senac do Conhecimento ​ (itinerante)​
16h – Amores e Dores no País das Flores – Largo das Mercês
20h – Ensaio para uma ​serenata – ​início à ​Igreja Matriz Santo Antônio

20 DE AGOSTO
13h​​​ ​​- Realejo – Praça Senac do Conhecimento (itinerante)
14h – Estranhos Vizinhos – ​início ao ​Largo do Rosário
15h – Realejo – Praça Senac do Conhecimento
16h – Ovos, suor e lágrimas – Largo das Mercês

25 DE AGOSTO
13h – Charanga de Paiaço – ​ concentração ao Largo do Rosário
16h – Panela Cheia – Largo das Mercês

26 DE AGOSTO
13h – Xurupita Bolaños – Praça Senac do Conhecimento  (itinerante)​
14h – Histórias na Praça – Praça Senac do Conhecimento
14h – Cortejo Coletivo Birutas e Grupo de Maracatu Raízes da Terra – ​concentração ao ​Largo das Mercês
15h – Histórias de Sereia​ – Praça Senac do Conhecimento​
16h – ​​A ​Festa do Pijama – Centro Cultural ​SESIMINAS ​Yves Alves

27 DE AGOSTO
13h – Xurupita Bolaños – Praça Senac do Conhecimento (itinerante)​
​​​14h – Histórias na Praça​ – Praça Senac do Conhecimento
1​5h – Histórias ​de ​Sereia – Praça Senac do Conhecimento
16h – Des Espera – Centro Cultural ​SESIMINAS ​Yves Alves

comentários