Mineira ex-moradora de caverna visita Belo Horizonte para lançar livro

A naturalizada sueca Christina Rickardsson se encontra com fãs no país natal que a marginalizou, negligenciou e a condenou a um futuro de pobreza nas ruas.

 

Capa do livro Nunca Deixe de Acreditar, da brasileira naturalizada sueca Christina Rickardsson – Foto: Divulgação/Novo Conceito

“Eu nasci no Brasil e vivi em uma caverna até os meus cinco anos de idade. Mais tarde, minha mãe e eu nos mudamos para uma das inúmeras favelas da cidade de São Paulo. Aprendi desde cedo a não confiar na polícia e nem em outros adultos. Fui obrigada a cuidar de mim mesma e do meu irmãozinho antes de, finalmente, irmos parar em um orfanato. Um ano depois, quando eu tinha oito anos de idade, fui adotada por uma família sueca de Vindeln, em Västerbotten.” (Christina Rickardsson)

Em um emocionante relato, publicado pelo selo Novas Páginas do grupo editorial Novo Conceito no livro Nunca Deixe de Acreditar – com lançamento para o dia 14 de Agosto – a agora naturalizada sueca Christina Rickardsson revela o horrível passado como uma pobre moradora de rua, que já chegou até a morar em cavernas. Nascida no Brasil, foi adotada por um casal de suecos juntamente com o irmão e se mudou para um país do qual não sabia nada a respeito. Christina só tinha uma coisa na época, e em abundância: coragem.

Ela nasceu como Christiana Mara Coelho, mas quando se mudou para a Suécia, deixou não apenas o nome, como toda a sua história do início da infância enterrada. Ela era constantemente lembrada que o que fez no Brasil era crime nesse novo país – e assim, aprendeu a esconder a brasileira Christiana de todos, e criou a sueca Christina.

Agora, já adulta, ela luta para que a mesma história que escondeu por tanto tempo seja ouvida, e expande as fronteiras de países e mentes para ajudar todas as crianças de rua, seja no Brasil ou mundo afora. Com sua história única e marcante, Christina espera inspirar e criar uma melhor assistência pelas autoridades, organizações, companhias e indivíduos que trabalham em contextos multiculturais.

Com relatos incríveis de momentos que passou nas ruas de SP, como quando sua amiga foi pega por policiais militares e a jovem Christina viu “o corpo dela ceder, de forma muito estranha, ao chão”, Nunca Deixe de Acreditar é uma comovente história sobre amor, tristeza, amizade e perdas. A autora fala de sobrevivência, de como dois mundos totalmente diferentes contribuíram para a sua formação e de como lutou para unir as duas pessoas que tinha dentro de si mesma.

SOBRE A AUTORA  
Christina Rickardsson nasceu como Christiana Mara Coelho no Brasil, local onde viveu com a mãe em uma caverna, em Diamantina – MG. Mais tarde, se mudou para uma favela em São Paulo, onde mendigou nas ruas, passando fome e abusos físicos e psicológicos.

comentários